CC34DF97-0D55-442D-A92D-AE3E50C2042B.jpeg
CC34DF97-0D55-442D-A92D-AE3E50C2042B.jpeg

Nos bastidores de GABRIELE LEITE

Cursando o mestrado em violão clássico sob orientação de Mark Delpriora na prestigiosa Manhattan School of Music. Gabriele Leite recebeu da Instituição a bolsa 2021-22 da Fundação Augustine Guitar.

Gabriele Leite, formada em música pelo Instituto de Artes da UNESP, tem se destacado em diversos festivais, concursos e instituições. Em 2021 entrou para a seleta lista Forbes Under 30: "90 destaques Brasileiros". Sendo a primeira violonista clássica da lista. Em 2020, Gabriele foi eleita pelo júri popular como Jovem Talento no Grande Prêmio Concerto. Ela tornou-se ainda artista Augustine Strings. E no ano de 2019 cabe mencionar o concurso internacional de violão de Koblenz de 2019, do qual foi semifinalista e recebeu a menção de “Melhor Participação Brasileira''. Além da carreira solo. Gabriele também atua como camerista dentro do Quarteto Abayomi.

Com Camilla Silva, Nicolas Porto e Octávio Deluchi é cofundadora da BCGC – Brazilian Classical Gutiar Community – uma plataforma para publicação e veiculação de gravações on-line de compositores brasileiros como: Heitor Villa-Lobos, Vicente Paschoal e João Luiz Rezende.

Participou de diversos concertos por algumas cidades e países como Conservatório de Música Astor Piazzolla (Argentina), Embaixada Brasileira (Argentina), Conservatório de Tatuí (Tatuí), Instituto de Artes UNESP (São Paulo), entre outros festivais de música como Festival Internacional de Koblenz (Alemanha), Festival internacional de Campos do Jordão (São Paulo), Festival Assad (São João da Boa vista) e Festival Vermelhos (Ilha Bela).

Em 2018, ganhou competições nacionais de violão como I Concurso Nacional de violão Assovio Vertentes, XXII Concurso Nacional de violão Musicalis e XXIX Concurso de violão Souza Lima. Em 2015, se formou no curso de violão erudito do Conservatório de Tatuí, com o professor Edson Lopes. Durante os anos de conservatório (2010-2015), foi ganhadora do “VII Concurso Interno de Violão do Conservatório de Tatuí”, no III turno, e obteve colocações nos “Prêmios de Incentivo à Música de Câmara”.

Participou de máster classes com David Russell (ESC), Marcin Dylla (POL), Berta Rojas (PAR), irmãos Assad (BRA), Aniello Desiderio (ITA), Fábio Zanon (BRA), Gerard Abiton (FRA), Hubert Käppel (ALE), Su Meng (CHI), Tilman Hoppstock (ALE), entre outros.

Durante quatro anos consecutivos foi contemplada com uma bolsa de estudos da Fundação Magda Tagliaferro e Sociedade Cultura Artística, obtendo aulas regulares com o professor Paulo Martelli. No ano de 2020 tornou-se bolsista internacional da Sociedade Cultura Artística para manter-se no curso de violão pela Manhattan School of Music.